E namoro para as mulheres

Coroas

2019.09.22 17:29 fobygrassman Coroas

Saiba o top 5 dicas para encontrar coroas, MILFs, e as mulheres maduras que procuram homens mais jovens.Comece encontrá-los esta noite; rápido, fácil e gratuito. [coroas](https://traicaoagora.com/fetiche/coroas)
[link]


2020.11.30 03:52 martydonald Transei com uma ninfa

Estou postando por essa alt-account porque a minha principal expõe muito o meu nome e quem sou. Mas vamos lá.
Eu namorei 4 anos com uma mulher maravilhosa, jurava que casaria com ela, mas terminamos e fim; nossas sessões de amor eram muito gostosas, a nossa sintonia era boa, e era sempre amorzinho.
Depois de algum tempo solteiro, numa bela noite pré eleição, saí com uma morena, que conhecia há muito tempo, era parente de uma amiga minha. Foi tudo muito rápido, começamos a conversar por causa de um story de instagram e 2 dias depois marcamos de beber, que foi justamente num sábado pré eleição, fomos, bebemos até 22h e pouco, quando a polícia expulsou todo mundo devido a lei seca, de lá já estávamos bem altos com o álcool e fomos para um motel - aqui começou toda minha confusão.
O sexo foi selvagem, ela aceitou tranquila e amou o meu oral - que minha ex não curtia muito- teve enforcamento, ela urrava enquanto metíamos, e putaquipariu, ela sentava em mim de forma que nunca achei ser possível - urrei também incontrolavelmente. E tudo isso eu fiz tranquilo - sem estar ansioso nem nada.
A confusão a que me refiro é que - caralho- essa morena me arregaçou de uma forma, que fiquei pensando em como eu amava aquele sexo amorzinho com minha ex - e na verdade, como poderia ser melhor com ela tbm, sei que isso soa cafajeste pra poha, mas caramba. Mas sinceramente, essa experiência também me mostrou as infinitas possibilidades de sacanagem possíveis, e não é agora que quero enfiar o pé num namoro.
submitted by martydonald to sexualidade [link] [comments]


2020.11.29 15:16 imp0st0r1 relacionamento aberto. menage.

sou homem, hétero, 26 anos e recentemente iniciei um namoro com uma mulher bi. Definimos desde o começo uma linha de transparência absoluta. Nenhum conversa deve ser evitada e nenhum sentimento escondido. Mais recentemente foi pautada a ideia de ficar com outras minas -- ideia dela. Nenhum de nós sabe exatamente como lidaremos emocionalmente com isso, quando ocorrer. Definimos apenas que, caso surja a oportunidade, o outro deverá ser comunicado antes para decidirmos se de fato estamos confortáveis com a ideia.
Dito isso, e se eventualmente superada a barreira socioemocional da monogamia, é provável que surja, em algum momento, a possibilidade de um menage.É notável como esse tipo de arranjo sempre premeia o imaginário sexual masculino. Embora eu nunca tenha tido uma fantasia especialmente intensa com menage, sou, naturalmente, atraído pela ideia.
Devo confessar, contudo, que agora e na iminência de ocorrer, me percebi preocupado com a desenvoltura necessária para -- digamos -- dar conta do recado. Dar prazer de forma eficiente para uma única mulher por vez já é um desafio. Ajuda muito quando há suficiente conhecimento sobre próprio corpo e um canal aberto de comunicação, mas ainda sim é um desafio.
Sempre que a ideia me ocorre me sinto como o cachorro que, por instinto, corre atrás do carro, mas quando o alcança, não sabe o que fazer. As idiossincrasias da sexualidade humanas.
Alguém aqui teve/tem uma experiência neste sentido? Alguma dica prática, sugestão e afins?
submitted by imp0st0r1 to sexualidade [link] [comments]


2020.11.19 01:20 prietoeu Eu virei oque eu sempre odiei

tl;dr
Eu me achava um cara feliz, 23 anos nas costas, trabalhava, me motivava e me cobrava mt a melhorar em tudo oque queria pra mim, academia e a 2 exatos anos eu comecei meu namoro. A menina era simplesmente perfeita para tudo que eu sempre quis mas eu sempre tive uma pulga atrás da orelha de não merecer ser feliz por traumas do meu primeiro relacionamento abusivo e de tudo que já me aconteceu nessa vida, além de achar o pq alguém como ela estaria com alguém como eu. Até que mais ou menos no meio do ano passado ocorreram algumas mudanças na empresa e eu não consegui me adaptar aos novos métodos do novo chefe (que era super desorganizado), aconteceu que do nada tudo foi por água a baixo, todo o respeito, influência e o personagem que eu tinha lá dentro escorreram em menos de 2 meses com erros tanto meus como do resto da equipe mas que caíram sobre mim. Isso me afetou muito, o cara que eu era, confiante e tal se perdeu e fiquei uma pessoa mt cabisbaixa e depressiva, reprovei na faculdade e tudo mais, só no aguardo de me demitirem. Então, uma fagulha de egocentrismo e imaturidade me deu na cabeça de que eu, aquela pessoa tão foda que eu conhecia, não podia ser a razão de tudo isso, que talvez era algo que tinha em mim que já me incomodava e acreditei ser o meu namoro. Isso foi sendo alimentado com meses passando e no começo desse ano, durante a quarentena eu acabei traindo minha namorada falando pelo whats com uma menina. Sabe aquilo do Zóio que todo mundo falou? Eu fiz a mesma coisa, tinha duas namoradas só que uma real e outra web A consciência bateu uma hora e tentei consertar, falei que queria terminar mas na hora h eu dei pra trás porque na minha cabeça "pq eu vou terminar algo que é tão bom, uma relação que realmente não tinha negativos" (acho que parece clichê o ex falando isso mas realmente, nunca brigamos, nós nós demos super bem desde o primeiro dia e desde que nos vimos a primeira vez teve amor, ela era oque eu reconheço hj como amor da minha vida) e me apliquei a ficar com ela por um tempo. Uma hr, como toda pessoa, a merda explodiu e ela soube, me ligou e fui um escroto. Ela deve ter sofrido mt
O resumo de tudo é que isso tem 6 meses já, já ouvi de tudo dos meus amigos, que é carência, que é querer atenção, que é querer replay mas eu não tiro ela da minha cabeça. Eu tentei seguir em frente, arranjar outras pessoas e em todas as vezes que cheguei a sair com qualquer menina, eu não conseguia beijar. Desde que eu a conheci eu NUNCA beijei outra menina, NUNCA MESMO. Eu me percebi que em diversos aspectos o cara que eu achava ser, aquela imagem do popular, líder do grupo de amigos e o cara legal que tinha, por trás eu só era um mlk depressivo e autodestrutivo. Eu tentei diversas vezes contato com ela de novo, com medo até de parecer um perturbado doente e fiz o clichezasso de implorar pra voltar. Mas pq ela voltaria? Eu fiz com ela exatamente oque minha ex fez comigo, oque meu pai fez com a minha mãe. Eu acho que aprendi com meu erro, percebi que ela era sim o amor da minha vida e deixei passar da pior forma possível Ela me odeia tanto quanto me odeio agora, isso me dói demais, hoje eu mandei um Oi pq realmente precisava de alguém pra desabafar, dizer pra ela que tô tentando como ela me disse pra fazer mas eu só estou fazendo pq sinto que deveria, não pq é oque quero. Ela não respondeu e postou no tt uma frase com raiva que era óbvio pra mim
A sociedade é rápida pra dizer que talarico tem que se foder mas dificilmente as pessoas se aprofundam na raiz do problema, eu fui errado e me arrependo todos os dias até perceber que não preciso mais Meu medo é me matar uma hora nesse peso e dizerem que "se matou por causa de mulher" sendo que na verdade foi um "se matou pq se arrependeu de cada decisão errada"
Podem julgar, eu entendo se vc teve o desprazer de ler essa minha história podre
submitted by prietoeu to desabafos [link] [comments]


2020.11.15 23:50 Mr-Ds-27 Pouco Sexo/amor

Boas, pessoal namoro a mais de 3 anos com uma mulher espetacular, só que ela nunca se interessou como eu pela parte sexual.. não vivemos juntos e estivemos 3 anos a distância, só agora a uns meses que estamos juntos todos os dias, contudo cada um vive na casa dos pais.
Fazemos amor 2/3 vezes por mês.. só quero eu sinto vontade todos os dias.. ainda para mais eu só de a ver fico maluco.. ela tem um rabo e mamas espetaculares..
Quando vamos para um hotel ela por si só pede e fazemos se calhar 2/3/4 vezes num dia e é ela que pede o que e ótimo. Agora no quotidiano fazemos 1 vez semana sim semana não.. ou as vezes 3/4 semanas sem.. eu fico Triste e isso influencia a relação.. e já falamos sobre isso e ela não se sente à vontade por não termos sítio propriamente dito.. fazemos no carro.. no escritório que tenho montamos um colchão insuflável e metemos mantas e igual a uma cama..

So que já não sei o que fazer.. eu queria todas as semanas pelo menos alguém tem alguma sugestão?
submitted by Mr-Ds-27 to sexualidade [link] [comments]


2020.11.09 01:07 Khai_Dreams Familia da minha namorada me ajudem pf

Bom vamos começar, eu namoro uma linda e doce jovem, ela é obediente e respeita a familia, mas ai que mora problema, a familia dela é um completo pedaço de merda, todos lá não respeitam ela nem a dão privacidade e muito menos liberdade para viver sua vida (ela tem 18 anos)

Autoridades
As pessoas que mandam lá é """"""""""""""""""""""""""""mãe"""""""""""""""""""""""""""" e padrasto um corno endividado que paga as contas e deve pra agiotas, ele é uma pessoa horrivel que todos lá baixam a cabeça para sua "autoridade" (por que ele paga as contas) e deixam ele fazer oque bem entende, por exemplo não deixar minha namorada sair de casa, sim ela mal pode sair de casa, desliga o wifi em momentos aleatórios do dia, xinga e quase agride as pessoas da familia, se sente na autoridade de mandar e faz isso mesmo

A mãe é uma cadelinha dele que faz oque ele manda pelo dinheiro e deixa ele abusar da familia nesses sentidos, ela faz chantagem emocional com minha namorada, desmerece todo o trabalho que minha namorada faz (quase tudo), mal sabe cozinhar a comida dela sempre esta literalmente queimada e deixa avó com alzheimer gritar e xingar minha namorada de muitas coisas horriveis, a casa está sempre uma imundice e avó dela não toma banho a quase 5 meses (eu n estou zuando, eu fui entrar na casa da vó dela e quase vomitei, tive que sair)

Irmãos

Ela tem 1 irmão mais velho com 22 anos que nunca trabalhou ou estudou, não procura emprego e não faz nada em casa, ele só sai pra jogar bola e coça o saco o dia todo em casa, infelizmente temos o machismo na casa dela que só as mulheres devem trabalhar, então ele é um falido na vida, e tem a filha do padrasto que é a privilegiada que faz tudo o que quer e não recebe punição por nada que faz.

Problemas

Um dos maiores problemas (alem de todos esses) é a falta de interesse da mãe em comprar coisas pra minha namorada, ela usa umas 3 camisas no dia a dia e 2 quando saimos juntos, raramente ela ganha alguma coisa como maquiagem ou coisas basicas como calcinhas e etc, ela é realmente abandonada, como se isso não bastasse o padrasto dela não gosta que ela saia, ou seja, pra ela vir aqui em casa ou sair comigo é sempre um puta sacrificio, muitos problemas, a mãe dela xingando ela, os irmãos n fazendo nada, avó dela sempre gritando com a coitada, e o padrasto em cima de todo mundo, eu acho isso super injusto e não sei muito oque fazer por ela, pra vocês terem uma noção, ela mal pode acender uma luz no quarto DELA que ele reclama e fala pra ela apagar, a gente deixa de viajar e se ver por causa dessas coisas e sempre digo pra ela não ligar pra essas coisas, mas infelizmente ela não tem para onde ir, vir morar comigo ainda não é uma opção e ela mal pode sair pra ir na casa das amigas, eu sou o unico apoio dela e preciso muito da ajuda de vocês pra resolver isso, agora ela arrumou um emprego temporario em dezembro e provavelmente nossos planos te passar o ano novo juntos não vai dar certo, eu preciso muito ver ela esse mês pelo menos (a gente sempre se ve pessoalmente 1 vez por mês) mas a familia dela ta implicando muito, vocês poderiam me ajudar?

Não sei se expliquei bem, mas sempre tem todo um contexto gigante por traz e é muito dificil explicar cada detalhe por memória ou até privacidade, desculpem os erros de português
submitted by Khai_Dreams to desabafos [link] [comments]


2020.11.08 13:46 Lostinthe42 Assumir o namoro

Desde julho, namoro a distância uma mulher que mora em outro estado, eu moro em Santa Catarina e ela no Rio Grande do Sul. Nos gostamos muito, apesar da distancia, os dias são completos com as conversas e partilhar as vivências. Mês que vem nos vamos se ver. Esse namoro eu não assumi ainda para minha família, e tenho receio, pois minha namorada é uma mulher trans, e tenho medo/receio do que essa informação possa causar neles, logo de cara, sei que não aceitaram ou gostar enfim. Pode parecer meio vago, mas precisava falar isso, pois deveria ser algo simples, mas sei que vivemos com pessoas que são preconceituosas e que muitas vezes não aceitam um simples ato de felicidade. Enfim, se você leu, já fico agradecido, isso só é um desabafo
submitted by Lostinthe42 to desabafos [link] [comments]


2020.11.04 03:30 AMOR202 me ajudem !!!

Tinha um relacionamento de 3 anos e 9 meses. Depois de muitas brigas ela começou amar sozinha na relação (Ela é diagnosticada com Depressão e ansiedade) E eu tava na relação por estar mas nunca disse isso para ela, porém nunca traí nem nada do tipo. com o tempo eu percebi que tinha muitos problemas emocionais e fui atrás de corrigir isso. cerca de 6 meses percebi que ela é a mulher da minha vida e eu mudei muito na relação, depois que me tratei me tornei mais maduro e bem resolvido. ela percebeu minha mudança mas mesmo assim disse não sentir mais amor, estar em duvida sobre oque sente. e ai meu mundo sumiu diante meu nariz. cheguei a me humilhar, mas ela disse estar convicta da decisão, Não sei se o fato de me humilhar talvez tenha mexido no ego dela, eu realmente não sei oque aconteceu. gente depois de perceber que me libertei da minha dependência emocional e continuar amando ela mesmo assim.. eu percebi que é realmente amor e não sei oque fazer para tela de volta. sei que ela morre de medo de se machucar novamente então iria começar com uma abordagem devagar. iria esperar passar uns 10 dias sem contato algum (tempo do luto de fim de namoro) passar um pouco e mandar uma carta, mas nessa carta não sei se digo que quero a amizade dela (Para depois ir subindo os degraus até conquistar novamente ) ou na carta deixar a entender que que quero algo a mais. a carta que escrevi é essa.
oi, Baleia. Eu descobri meus traumas de infância e trabalhei eles, e isso não faz mais parte da minha vida. e isso tinha um impacto gigante
na sua vida. isso gerou vários processos de apego,Eu precisava de confirmação o tempo todo e estar no controle pois nunca tive isso.
sempre só obedeci e não tinha carinho. o abandono e rejeição gerou traumas no meu subconsciente. e agora essas coisas não fazem mais parte da minha vida. por isso peço desculpas.
-depois do acompanhamento profissional me tornei um Homem de verdade e quero agradecer você pela mulher incrível que você foi.
Eu tinha um incrível amor engavetado por você pelos meus traumas e demorei muito pra descobrir. porém esse amor veio com apegos e dependência emocional. Hoje que estou livre disso tudo, só sobrou amor pela pessoa que você é.
Quando eu parei de lhe culpar por tudo o meu amor começou a florescer, quando parei de ter medo de sofrer pelo meu histórico de rejeição na infância. o amor começou a florescer.
Eu quero agradecer por tudo que fez por mim, até no fim você foi boa pois aprendi muito e tratei problemas antigos. nunca imaginaria que meus traumas iriam afetar meu futuro, e descobri traumas que não queria..
Quero agradecer por ter me dado o cachorro mais bobão do mundo (Hoje não é mais meu), que morro de saudades. quero agradecer pelas noites no seu quarto e as crises de riso, quero agradecer por ser a primeira mulher com quem eu me relacionei sexualmente e foi fantástico,
quero agradecer por me apresentar a praça do galo (Eu realmente gosto daquele lugar),quero agradecer por me ensinar gostar de praia,Também adorava dançar agarrado enquanto você lavava louça, e por me mostrar um mundo que não conhecia. quero te agradecer por apontar meus problemas e me fazer pensar sobre eles.
o nosso término foi fundamental para meu entendimento sobre quem quero ser, sobre como tratar meus problemas, e finalmente superar meus traumas. eram coisas tão simples de se fazer mas muito difíceis de se enxergar. finalmente dei meu grito de dependência emocional.
Também comecei me cuidar melhor, dar oportunidade para novas experiências e estou muito alegre com tudo que estou vivendo.
Espero que não tenha raiva de mim, pois só tenho gratidão por você. Hoje eu entendo meus erros como ''ativação'' que é: Reação desproporcional numa situação que não justifica. Você acaba destruindo o emocional da pessoa por um problema intrínseco seu. Por isso é pra tratar a origem da ativação: Traumas da infância como rejeição, bullying, etc.
Nega. hoje estou muito feliz com minhas descobertas, e com a pessoa que estou me tornando. Sou uma pessoa feliz que me ama, mas eu iria ser mais feliz se tivesse sua companhia pois você é muito importante pra mim, se precisar de mim como amigo, sempre vou ter gratidão.
submitted by AMOR202 to relacionamentos [link] [comments]


2020.11.04 03:14 AMOR202 Gente preciso de conselhos de como reconquistar um amor !!!!

Tinha um relacionamento de 3 anos e 9 meses. Depois de muitas brigas ela começou amar sozinha na relação (Ela é diagnosticada com Depressão e ansiedade) E eu tava na relação por estar mas nunca disse isso para ela, porém nunca traí nem nada do tipo. com o tempo eu percebi que tinha muitos problemas emocionais e fui atrás de corrigir isso. cerca de 6 meses percebi que ela é a mulher da minha vida e eu mudei muito na relação, depois que me tratei me tornei mais maduro e bem resolvido. ela percebeu minha mudança mas mesmo assim disse não sentir mais amor, estar em duvida sobre oque sente. e ai meu mundo sumiu diante meu nariz. cheguei a me humilhar, mas ela disse estar convicta da decisão, Não sei se o fato de me humilhar talvez tenha mexido no ego dela, eu realmente não sei oque aconteceu. gente depois de perceber que me libertei da minha dependência emocional e continuar amando ela mesmo assim.. eu percebi que é realmente amor e não sei oque fazer para tela de volta. sei que ela morre de medo de se machucar novamente então iria começar com uma abordagem devagar. iria esperar passar uns 10 dias sem contato algum (tempo do luto de fim de namoro) passar um pouco e mandar uma carta, mas nessa carta não sei se digo que quero a amizade dela (Para depois ir subindo os degraus até conquistar novamente ) ou na carta deixar a entender que que quero algo a mais. a carta que escrevi é essa.
oi, Baleia. Eu descobri meus traumas de infância e trabalhei eles, e isso não faz mais parte da minha vida. e isso tinha um impacto gigante
na sua vida. isso gerou vários processos de apego,Eu precisava de confirmação o tempo todo e estar no controle pois nunca tive isso.
sempre só obedeci e não tinha carinho. o abandono e rejeição gerou traumas no meu subconsciente. e agora essas coisas não fazem mais parte da minha vida. por isso peço desculpas.
-depois do acompanhamento profissional me tornei um Homem de verdade e quero agradecer você pela mulher incrível que você foi.
Eu tinha um incrível amor engavetado por você pelos meus traumas e demorei muito pra descobrir. porém esse amor veio com apegos e dependência emocional. Hoje que estou livre disso tudo, só sobrou amor pela pessoa que você é.
Quando eu parei de lhe culpar por tudo o meu amor começou a florescer, quando parei de ter medo de sofrer pelo meu histórico de rejeição na infância. o amor começou a florescer.
Eu quero agradecer por tudo que fez por mim, até no fim você foi boa pois aprendi muito e tratei problemas antigos. nunca imaginaria que meus traumas iriam afetar meu futuro, e descobri traumas que não queria..
Quero agradecer por ter me dado o cachorro mais bobão do mundo (Hoje não é mais meu), que morro de saudades. quero agradecer pelas noites no seu quarto e as crises de riso, quero agradecer por ser a primeira mulher com quem eu me relacionei sexualmente e foi fantástico,
quero agradecer por me apresentar a praça do galo (Eu realmente gosto daquele lugar),quero agradecer por me ensinar gostar de praia,Também adorava dançar agarrado enquanto você lavava louça, e por me mostrar um mundo que não conhecia. quero te agradecer por apontar meus problemas e me fazer pensar sobre eles.
o nosso término foi fundamental para meu entendimento sobre quem quero ser, sobre como tratar meus problemas, e finalmente superar meus traumas. eram coisas tão simples de se fazer mas muito difíceis de se enxergar. finalmente dei meu grito de dependência emocional.
Também comecei me cuidar melhor, dar oportunidade para novas experiências e estou muito alegre com tudo que estou vivendo.
Espero que não tenha raiva de mim, pois só tenho gratidão por você. Hoje eu entendo meus erros como ''ativação'' que é: Reação desproporcional numa situação que não justifica. Você acaba destruindo o emocional da pessoa por um problema intrínseco seu. Por isso é pra tratar a origem da ativação: Traumas da infância como rejeição, bullying, etc.
Nega. hoje estou muito feliz com minhas descobertas, e com a pessoa que estou me tornando. Sou uma pessoa feliz que me ama, mas eu iria ser mais feliz se tivesse sua companhia pois você é muito importante pra mim, se precisar de mim como amigo, sempre vou ter gratidão <3
submitted by AMOR202 to desabafos [link] [comments]


2020.11.04 02:16 AMOR202 OQUE FAZER ????

Tinha um relacionamento de 3 anos e 9 meses. Depois de muitas brigas ela começou amar sozinha na relação (Ela é diagnosticada com Depressão e ansiedade) E eu tava na relação por estar mas nunca disse isso para ela, porém nunca traí nem nada do tipo. com o tempo eu percebi que tinha muitos problemas emocionais e fui atrás de corrigir isso. cerca de 6 meses percebi que ela é a mulher da minha vida e eu mudei muito na relação, depois que me tratei me tornei mais maduro e bem resolvido. ela percebeu minha mudança mas mesmo assim disse não sentir mais amor, estar em duvida sobre oque sente. e ai meu mundo sumiu diante meu nariz. cheguei a me humilhar, mas ela disse estar convicta da decisão, Não sei se o fato de me humilhar talvez tenha mexido no ego dela, eu realmente não sei oque aconteceu. gente depois de perceber que me libertei da minha dependência emocional e continuar amando ela mesmo assim.. eu percebi que é realmente amor e não sei oque fazer para tela de volta. sei que ela morre de medo de se machucar novamente então iria começar com uma abordagem devagar. iria esperar passar uns 10 dias sem contato algum (tempo do luto de fim de namoro) passar um pouco e mandar uma carta, mas nessa carta não sei se digo que quero a amizade dela (Para depois ir subindo os degraus até conquistar novamente ) ou na carta deixar a entender que que quero algo a mais. a carta que escrevi é essa.
oi, Baleia. Eu descobri meus traumas de infância e trabalhei eles, e isso não faz mais parte da minha vida. e isso tinha um impacto gigante
na sua vida. isso gerou vários processos de apego,Eu precisava de confirmação o tempo todo e estar no controle pois nunca tive isso.
sempre só obedeci e não tinha carinho. o abandono e rejeição gerou traumas no meu subconsciente. e agora essas coisas não fazem mais parte da minha vida. por isso peço desculpas.

-depois do acompanhamento profissional me tornei um Homem de verdade e quero agradecer você pela mulher incrível que você foi.
Eu tinha um incrível amor engavetado por você pelos meus traumas e demorei muito pra descobrir. porém esse amor veio com apegos e dependência emocional. Hoje que estou livre disso tudo, só sobrou amor pela pessoa que você é.
Quando eu parei de lhe culpar por tudo o meu amor começou a florescer, quando parei de ter medo de sofrer pelo meu histórico de rejeição na infância. o amor começou a florescer.

Eu quero agradecer por tudo que fez por mim, até no fim você foi boa pois aprendi muito e tratei problemas antigos. nunca imaginaria que meus traumas iriam afetar meu futuro, e descobri traumas que não queria..
Quero agradecer por ter me dado o cachorro mais bobão do mundo (Hoje não é mais meu), que morro de saudades. quero agradecer pelas noites no seu quarto e as crises de riso, quero agradecer por ser a primeira mulher com quem eu me relacionei sexualmente e foi fantástico,
quero agradecer por me apresentar a praça do galo (Eu realmente gosto daquele lugar),quero agradecer por me ensinar gostar de praia,Também adorava dançar agarrado enquanto você lavava louça, e por me mostrar um mundo que não conhecia. quero te agradecer por apontar meus problemas e me fazer pensar sobre eles.
o nosso término foi fundamental para meu entendimento sobre quem quero ser, sobre como tratar meus problemas, e finalmente superar meus traumas. eram coisas tão simples de se fazer mas muito difíceis de se enxergar. finalmente dei meu grito de dependência emocional.
Também comecei me cuidar melhor, dar oportunidade para novas experiências e estou muito alegre com tudo que estou vivendo.

Espero que não tenha raiva de mim, pois só tenho gratidão por você. Hoje eu entendo meus erros como ''ativação'' que é: Reação desproporcional numa situação que não justifica. Você acaba destruindo o emocional da pessoa por um problema intrínseco seu. Por isso é pra tratar a origem da ativação: Traumas da infância como rejeição, bullying, etc.

Nega. hoje estou muito feliz com minhas descobertas, e com a pessoa que estou me tornando. Sou uma pessoa feliz que me ama, mas eu iria ser mais feliz se tivesse sua companhia pois você é muito importante pra mim, se precisar de mim como amigo, sempre vou estar aqui. Gratidão <3
submitted by AMOR202 to desabafos [link] [comments]


2020.11.03 20:11 Healburst ESTOU GOSTANDO DE UMA PROSTITUTA

Bom, antes de tudo uma introdução sobre a minha pessoa.
Tenho diversos problemas de auto estima, insegurança, ansiedade, bipolaridade e etc...
Namorei 2 vezes, até agora nos meus 21 anos, o primeiro foi quando eu tinha 19, durou uns 6 meses e foi super desgastante, pois ela não corria atrás de nada, sempre sobrava pra mim comprar até o que ela iria comer, fora que a cada dia a falta de confiança sempre aumentava de proporção, até que terminamos, no começo foi tudo muito difícil, mesmo querendo terminar eu me senti muito mal quando tudo acabou. O meu segundo namoro foi recente, namorei entre agosto de 2019 até outubro de 2020, em relação ao primeiro era muito diferente, ela corria atrás das coisas, sempre tentava me motivar, porém muitas coisas não se batiam, como por exemplo o fato de que ela me conheceu fumando e depois de alguns meses me ameaçou se eu não parasse de fumar, fui diminuindo gradativamente, porém é muito difícil, pois já fumo há 4 anos, com o tempo, eu fui me esgotando das atitudes dela e meus problemas que citei acima começaram a prejudicar nosso relacionamento, e eu já tinha em mente que queria terminar, porém pela minha insegurança e falta de auto estima eu não queria pois tinha medo de ficar sozinho e me afundar novamente em drogas e álcool pesados, e então ela resolveu terminar.
Entrando na parte da prostituta, eu estava em um bar bebendo na sexta feira dia 30/10 com um amigo comemorando meu aniversário, e então ele teve a ideia de ir a uma casa de entretenimento adulto, vulgo cabaré, puteiro como quiser, chegando lá eu só sentei tomei uma cerveja e acendi um palheiro, meu amigo perguntou qual eu ia pagar o PROGRAMA e falei que nenhuma, pois nunca gostei disso, pra mim sexo tem que ser quando os dois se gostam, se atraem, ambos estejam com tesão. Foi ai que meu amigo arrumou uma mulher qualquer lá e já foi pro quarto com ela, ai fiquei sozinho ali, enquanto tinha outras pessoas em outras mesas bebendo e falando com as GP. depois de uns 20 minutos sozinho e olhando para o teto, chegou uma moça, falou " posso sentar aqui do seu lado? tem esses maranhenses bêbados aqui, e eu não to afim de fazer programa hoje, estou cansada.", ela se sentou e começamos a conversar, ela pediu pra dar um trago no palheiro mas antes falou " relaxa que não coloquei a boca em lugar indecente nenhum", e ai lá se foi conversa, quase umas 6 horas de conversa, falei pra ela que iria embora quando lá fechasse pois não deixaria ela sozinha pra outras pessoas chegarem e começar passar a mão e forçar as coisas. Conforme a conversa foi melhorando, eu tive a liberdade de chegar mais perto, de por a mão perto, de por a mão no ombro, a mão na perna, depois ela começou beijar minha mão, me cheirar, enfim poupar os detalhes... antes de ir embora ela pediu pra eu adicionar o número dela, e falasse quando chegava em casa, e ela foi super atenciosa mesmo eu não tendo gastado nada com ela, super educada, prestativa, desde então eu converso com ela várias vezes por dia, e no domingo dia 01/11/2020 a gente conversou muito, e eu percebi que muita coisa nos liga, gostamos das mesmas coisas, diferente dos outros relacionamentos, e então mais a noite ela foi dormir na minha casa e tivemos relação, e eu notei que toda vez que eu beijava ela, ela falava algo como "eu vou me apaixonar" ou bem semelhante a isso, e quando eu perguntava o que ela falou ela falava "nada, nada não".
então nesses últimos dois dias eu já criei sentimentos por ela, e acho que ela percebeu isso, então não sei se ela só quer abusar disso e conseguir coisas fáceis de mim, ou se realmente tá acontecendo algo mais profundo pois ela também demonstra, mas não da pra saber se é verdade ou teatro, eu não consigo interpretá-la.
submitted by Healburst to desabafos [link] [comments]


2020.10.31 20:59 TaruTGabie Ontem eu terminei com meu namorado por causa da "melhor amiga" dele

Antes que falem qualquer coisa, não foi por ciúme. Eu nunca gostei dela, da forma como ele falava que ela era, como ele falava dela, blablabla, mas não por questão de ciúme, era mais por insegurança. Eu ficava "pow, ele conhece ela desde o maternal", "eles são amigos desde sempre", "ele conta tudo pra ela", "ele e ela" e outras coisas assim. Íamos fazer 10 meses de namoro amanhã e ontem fomos numa festa de aniversário de uma outra amiga dele. Ele tem muitas amizades com garotas, por isso sei que meu principal problema é com ela, não com o fato de ser uma mulher, mas com ela. Eu juro que tentei, falei com todo mundo, brinquei, sorri de verdade e me diverti. Até ela chegar chegar com outro jogo, ignorando totalmente que já estava todo mundo jogando outra coisa. Ninguém deu muita bola pra ela, mas ela ficou me encarando. Eu senti toda aquela coisa de "sororidade feminina" indo pro ralo. Ela tentava sempre ficar perto dele, pegar nele, abraçar, chamava ele de meu amor naquele jeito inocente que me irritava. E eu tentei apenas ficar na minha. O pior não era isso, era meu namorado. Imaginem uma pessoa lerda, que nunca percebe nada, que parece que se faz de ignorante. Esse é ele. E eu conheço bem a peça, então dias antes da festa eu tava dizendo que estava insegura com tudo isso, de conhecer finalmente os amigos dele, que eu queria que desse tudo certo e tudo mais. Mas na hora... Ele percebeu que tinha algo errado. Me perguntou umas duas vezes se estava tudo bem, mas sequer fez algum gesto pra me mostrar segurança. Quando chegamos em casa, eu contei tudo pra ele e ele me disse: isso tudo é novo pra mim, eu estava nervoso. Eram os amigos dele. Ele não é uma pessoa timida e são pessoas que ele conhecem a vida toda. Eu sim sou uma pessoa extremamente tímida e fiz tanto esforço pra ser genuína e tratar todo mundo como se fossem meus amigos de longa data. E ele que estava nervoso... Eu amo muito ele, mas o fato de ele não fazer nada para evitar as provocações da melhor amiga dele me feriu muito. Eu não vou pedir pra ele se afastar dela nem de ninguém, fui a ultima a chegar na vida dele e não sinto que tenho esse direito. Mas também tenho minhas marcas, meu outros problemas, tenho meus traumas com outros relacionamentos e ele sabe disso. Pra quem quiser ler minhas outras postagens, tem muita coisa acontecendo comigo ao mesmo tempo e sentir que não posso confiar ele tá acabando comigo...
Edit: Muita gente me falou sobre a boa da sororidade. Eu sei que é só um termo pra disfarçar as coisas, fiz só uma referência pq pelo que me pareceu dela foi só esse clichê de bancar a melhor amiga ciumenta, coisa que não deveria acontecer. Aos que tiraram a conclusão "é só ciúme", pode falar o que quiser, ciume é algo completamente normal, mas eu ja sou bem crescidinha pra lidar com isso. Só gostaria que ele tivesse conversado com ela antes, pois todos (outras pessoas também se envolveram nisso) chegamos a conclusão que poderia ter sido evitado se ele tivesse feito apenas isso. Obrigada a todos que expressaram suas opiniões, não vou dizer que as coisas já de resolveram até ele ir lá conversar com ela, mas pelo menos agora eu não tô igual uma idiota na cama chorando e pra mim isso já é ótimo... Eu só queria que ele tivesse tomado alguma atitude.
submitted by TaruTGabie to desabafos [link] [comments]


2020.10.31 00:36 mggodoy poste traduzido do r/nofap original: https://www.reddit.com/r/NoFap/comments/jksxgr/tips_for_nofapsemen_retention/?utm_medium=android_app&utm_source=share

  1. Pausas nas redes sociais: uma das razões pelas quais você não pode durar é porque você não consegue melhorar seu humor. Você está sempre vendo outras pessoas que vivem Dest ives Enquanto você está preso em uma cadeira, fazendo você se sentir deprimido e coxo. Eles cagam e urinam assim como você, mas têm uma contagem de seguidores maior do que você, o que os torna melhores. Sem falar que a mídia social agora é apenas Mercados virtuais de prostituição onde as mulheres se degradam sexualmente por caras sedentos. Eles podem extrair sua semente apenas olhando para eles. Limite-se a aparecer nas redes sociais apenas 3 vezes ao dia, pelo menos se possível. E se não for necessário, saia das redes sociais. 2.Corrija sua dieta: Você não pode esperar durar muito se ainda está comendo besteira para comer. Tood rápido é o maior contribuinte para isso. Você deve saber que fast food não é comida de verdade. Veio de um laboratório. Você não sabe o que se passou ali, nem quer saber. E não é apenas fast food, mas qualquer coisa como sobremesas de sorvete, pães de mel, refrigerantes, frango frito, qualquer coisa rica em calorias e carboidratos por conta própria. Não quer dizer que você não pode comer, mas equilibre com alguns vegetais. Mais um thin9, pare de beber água da torneira. Vou explicar o porquê mais tarde.
  2. Proteja sua semente: o que isso significa é; não faça sexo com mulheres aleatórias só porque não está se masturbando. Acredite ou não, você pode transferir sua energia por meio da relação sexual. É por isso que você se sente culpado depois de um namoro aleatório, ou por que ela quer ir de novo depois que você acabou de terminar e agora você está exausto. Seu sêmen é sua força vital. É a substância mais poderosa que existe. Essa merda pode fazer uma vida. Agarre-se a ela se não tiver nada de benéfico para oferecer. E se você vai dar a uma mulher, certifique-se de que vocês dois estão na mesma linha.
  3. Concentre-se em você: Muitas vezes as pessoas passam o tempo se preocupando com o que está acontecendo fora do alcance do braço. Imagine desta forma: 1Existem duas janelas à sua frente. A janela interna projeta todos os seus problemas, seus vícios, seus encantos, suas responsabilidades, tudo sobre você. Então tem a janela externa, Tudo acontecendo no mundo, outras pessoas; como amigos, família, etc. Todo mundo olha pela janela externa, quando você deveria estar olhando pela janela interna 24 horas por dia, 7 dias por semana. Isso não significa ser egoísta, mas certifique-se de estar satisfeito antes de tentar saciar os outros. Como você deve alimentar os outros quando não tem nenhum alimento para você? Se você for feliz consigo mesmo, não conhecerá a depressão. Assim, impulsos fora desta categoria desaparecerão.
    1. Tome banhos frios: você pode estar pensando "Cara, todo mundo diz isso. Mas aqui está uma coisinha que ninguém mais parece cobrir. Os banhos frios não apenas matam os desejos, Dut nere s Um pouco mais de mojo Torbidden: a água que sai de suas torneiras, taucets e torneiras é água reciclada. o que significa que contém água, microplásticos, pílulas de controle Dith vencidas, água de xixi tratada, você sabe, tem. E o que os chuveiros quentes SÃO abrir seus poros e diminuir o material; para chegar ikELY nto seu orooSea s y youave Sopdnng aeo0SOe pruses adicionados aos chuveiros frios é Diooa, tney bOoSt testosterona ror men and estrogen tor Mulheres, elas aumentam seus níveis de energia e podem ajudá-las no seguinte: o quanto você quer? Como ric, o quão ruim você quer estar no Norap / n Você está tentando ser sério, voL não ife, ro init horaueoof the henefits? Alguns de vocês nem mesmo levam isso a sério o suficiente para tentar legitimamente. Tipo, você vai assistir a 50 vídeos de retenção de sêmen e vai bater na sua carne na mesma noite. Garanto que uma boa parte das pessoas não terá lido até aqui (se é que leu) porque alugam mesmo em busca de uma perspectiva diferente para atualizar as suas. Você tem que REALMENTE querer. Ninguém aqui pode lhe dar essa paixão, esse fogo. Só você pode fazer aquilo. Você realmente tem que cavar fundo em si mesmo para encontrá-lo. Tudo o que os outros podem fazer é dizer que você pode fazer isso, você pode fazer aquilo, isso é tudo que eles podem fazer por você.
    2. Transmutando a energia sexual: Sempre que você sente um desejo, é apenas uma energia reprimida que você ainda não gastou. Eu sei que a ciência foi explicada até a morte, mas você tem que internalizá-la. Quando você receber e desejar, pergunte-se: "O que eu gosto mais, sexo ou autoaperfeiçoamento? Imediatamente, você recuperará seu foco. Se isso não funcionar, dê certo. Como eu disse, existe essa energia extra. Mesmo que você já tenha malhado, caia no chão e empurre como um louco, se ainda se sentir carregado. E se ainda não funcionar, vá dar uma caminhada, aproveite a natureza, tome um pouco de sol. As pessoas realmente não confiam na natureza Eu assim, mas acredite em mim, a natureza tem muito mais poder de cura do que você pensa.
  4. Não se concentre na retenção de NoFap / sêmen: Isso decorre do número b, outro problema sendo que as pessoas TOcus on Apenas retendo suas sementes como se fosse algum tipo de sistema intrincado de engrenagens e turbinas. Retenção de sêmen Nem mesmo é profundo. TS Apenas segurando sua Semente. COMO, por que você está tão obcecado por algo tão simples? Você já baixou, agora vá trabalhar. O ponto é: Não faça a retenção de sêmen o centro Imagem do seu foco.
  5. Atraia a energia certa: Muitas pessoas vão te dizer como a retenção de sêmen vai te dar toda essa energia e lixo, mas eles não te dizem que tipo de energia. A retenção de sêmen vai pegar sua energia geral e adicionar 1. Então, TI você tem boa energia total, você vai construir mais energia boa. Mesmo com energia ruim. Se você vai durar, limite-se a saídas de energia ruim e passe mais tempo em saídas de energia boa.
    1. Você eventualmente terá que liberar: Vamos enfrentá-lo. Para todos que estão em mais de 90 dias de retenção de sêmen, você sabe que todos os sentimentos mágicos de benefícios irão se dissipar e tudo começa a parecer normal. Em vez de alguém te empurrar para fora da cama, é como se você tivesse que sair da cama. ou como se você apenas começasse a sentir preguiça de tudo. ou diga que você fica agressivo com o ponto onde isso prejudica seu humor. Não me entenda mal. não há nada de errado em ser agressivo, mas se começar a atrapalhar sua vibe, talvez você precise considerar uma liberação. Não olhe para as recaídas como se fossem ruins. Está Apenas um reset para você reconstruir. Eu odeio a beleza de tudo isso. É por isso que qualquer pessoa que cumpriu mais de 90 dias e teve recaídas se sente tão cheia de paz. Como se você se sentisse leve, Supostamente para segurar y Tul, cleaed, etc. Você não é para sempre. Meu cérebro está cansado depois que isso ainda saiu da cúpula. Eu espero ter Algo útil.
submitted by mggodoy to nofapbrasil [link] [comments]


2020.10.30 04:29 Guitar_Fit ❗️Mano estou muito deprimido pq broxei alguém por favor me ajuda❗️❗️Alguém já passou por isso pode me ajudar ❗️❗️Pfv like pq preciso de ajuda

Fazia um bom tempo que eu estava atrás dessa menina,ela é minha amiga de faculdade e de certo modo as vezes ela me deixava irritado,as vezes sentia que ela era o tipo de pessoa que adorava se aproximar de outras pessoas simplesmente por interesse até em questão de namoro,ela sempre ficava com os mais ricos e no primeiro dia que eu chamei ela para ir ao cinema ela queria que eu pagasse tudo(mas isso é outro assunto então não foquem nisso) De lá para cá eu as vezes dava em cima dela mas normalmente ela sempre esquivava,contudo ela sempre aproveitava a chance para falar dos caras que ela ficava para mim e isso era chatoooo pra caralho,os caras só chegavam nela e ela ficava com eles de boa mas quando era comigo era sempre alguma coisa,eu sentia que as vezes ela não me via como um homem realmente é as vezes ela me via apenas como um cara que vai escutar tudo dela. Durante essa pandemia bem no começo do nada ela começou a me dar mais moral,com isso o clima tinha esquentado e as vezes trocávamos nuds,mas tu acredita que mesmo nesse momento ela falava de outro macho para mim ? Era tipo assim a situação eu chamava ela para vim aqui aí ela dizia que não podia pq estava ocupada ou que a mãe dela não deixava ela sair,no dia depois ela estava lá na praia,outro dia ela falou que se o cara não chamar ela para a casa dela ela iria correndo para lá (cara fiquei muito puto pq eu estava chamando ela faz tempo e ela nada!) por fim taquei o foda-se nessa menina. Aqui vem a parte do nosso sexo Nessa segunda feira ela estava de mudança,um local bem perto da minha casa aí ela tinha me dito que estava sem internet e que tinha que fazer um trabalho,ela perguntou para mim se poderia vim aqui em casa fazer o trabalho (eu não sei como mas eu pressentia que iríamos ficar),falei que sim podia que ela iria fazer o trabalho no meu notebook. Chegou a hora ela fazia as questões,papo vai e papo vem não me lembro como mas eu perguntei se podíamos nos beijar,de primeira ela negou mas aí na hora tacamos um beijo forte,o clima estava esquentando e aí eu peguei nos peitos dela e o clima esquentou mais ainda,como minha mãe estava em casa então não podíamos fazer muito barulho então eu dei um chupão na buceta dela. Terminou a situação continuamos o trabalho e ela queria transar mas só que tinha que ser muito rápido,o problema era que eu estava já a foi dois dias sem me mastubar e normalmente sem me mastubar eu gozo rápido,com isso ela falou “kkkkkkkk ria tanto do cara dos dez minutos mas agora tá aí” de certa forma eu me senti desafiado e fui dar em cima dela,com isso eu lá chupando ela e nada do meu pau ficar duro ;no momento que ele ficou duro eu pedi para ela chupar mas ela ficou enrolando e não chupou (isso daí já tinha abaixado um pouco meu tesão) com isso eu fui buscar a camisinha e odeio ter que tirar a camisinha da embalagem pq fico nervoso e me tremo mas tava tirando e com isso eu vi como ela estava me olhando e eu fiquei com menos vontade ainda. Falei para ela que não dava pq estava sem vontade e aí ela ficou puta de raiva,o bom é que eu ri da situação e o clima ficou menos constrangedor,rimos um pouco da situação e eu falei “acho melhor não tentarmos de novo” aí ela falou “valha Anon agora eu tô me sentindo mal,era para eu estar com raiva,foi tão ruim assim” falei que não mas que de certa forma eu só queria ficar mesmo com ela por orgulho mesmo pq me sentia comparado aos outros homens. Por fim deixei ela na parada e conversamos no Instagram aí ela me disse que ficou pensando se a culpa era dela,perguntou se a parte de baixo estava fedorenta e algo do tipo mas aí eu falei que não e falei que existe outros motivos do pq eu não estava muito excitado. De certa forma eu limpei um pouco a barra e rimos um pouco,mas desde dia eu tô passando por uma depressão fundida,um medo que eu fique broxa na próxima vez e um medo fudido de ficar ansioso de novo,eu já transei com duas mulheres e na última transa que tive com a última meu pau ficou meio duro e meio mole;nesse de agora não senti tesão e não fiquei duro e tenho medo que na próxima aconteça a mesma coisa. O pior é que tenho medo que ela espalhe esse assunto de mim,combinamos que não iríamos falar para ninguém ela que pediu para mim pq no dia ela não tinha se depilado e ela fica com medo que ela estava fedorenta no dia.
submitted by Guitar_Fit to sexualidade [link] [comments]


2020.10.28 04:33 1WolfBR Pedir em namoro

Bom gente, é primeiro namoro, e faz um bom tempo que estamos juntos, chegou a hora da aliança e do pedido (real oficial hahah).
Situações a se considerar. -Ela é envergonhada -Cidade não é muito grande então não tem muitos lugares
Gostaria de dicas tanto das mulheres como dos homens, ideia de como fazer o pedido, e onde fazer.
Para homens eu pergunto, o que vocês fizeram? Para as mulheres, o que vocês mais gostariam/ ou gostaram nesse momento?
Valeuuu
submitted by 1WolfBR to desabafos [link] [comments]


2020.10.27 12:43 CODENAMEFirefly Abandono

Oi Reddit, descobri esse sub a alguns dias e venho querendo desabafar desde então. Hoje estou aqui durante minha aula e decidi que quero compartilhar um pedaço da minha história.
A parte ruim: Eu tenho síndrome de abandono, algo muito detrimental que eu adquiri ao longo da história, começando pela minha família e se agravando depois do EM. Suponho que vou começar explicando isso primeiro. Boa parte de tudo isso é conturbado, meu cérebro bloqueou algumas memórias e eu não consigo lembrar nem que me contem, mas o que eu sei é, eu sou filho de uma traição dupla (meu pai traiu minha mãe e a mulher com quem estava), até aí tudo bem, nada de tão único, mas isso levou a uma infância conturbada, por mais que minha mãe tentasse eu sempre fui muito fisicamente parecido com meu pai (por sorte meu pai é bonito, mais do que eu por sinal) e ela nunca se recuperou muito bem da traição, eu nunca consegui me conectar com meu pai, em parte pela história, em parte pelo fato da minha madrasta ter ódio mortal de mim a ponto de ser violenta. Para agravar um pouco a situação, durante o EM eu me tornei extremamente instável mentalmente, namorei uma garota que, antes de namorar, foi minha amiga por 3 anos e depois(até onde eu sei, as memórias aí são extremamente turvas) me estuprou, se arrependeu e ainda tentamos manter o relacionamento por mais 2 anos depois disso. Durante essa época eu tive diversas crises de depressão e ansiedade e isso estava fazendo mal a ela, apesar de ser enfermeira e formada em área de doenças mentais, ela não tinha a capacidade mental para lidar comigo naquela época, então terminei o namoro, tentando preservá-la (já não estávamos indo bem de qq forma e claramente eramos mais um casal de amigos do que namorados). O problema é que depois disso ela sumiu, desapareceu, sem dar sinal, mensagem, telefone nem nada. Tudo bem, é uma escolha dela, eu acho. Eu tentei de tudo, aparecer na casa dela, ela tinha sumido e os pais só me disseram que iam chamar a polícia se não saísse, tentei conversar com os líderes da igreja dela para ver se eu conseguia ao menos notícia e mesmo assim nada, só fui proibido de entrar na igreja. Até hoje eu tento descobrir o que aconteceu com ela, queria fazer as pazes (não voltar a namorar) e ao menos entender um ao outro de novo e, quem sabe, recuperar mais uma dessas amizades de whatsapp/facebook em q não nos falamos nunca. Vira e mexe eu tenho crises sérias com relação a isso, não sei o pq eu me importo tanto com o fato dela ter sumido e pq queria tanto fazer as pazes. O resultado dessa merda toda? Fora a depressão, a eventual crise que me incapacita de sequer sair da cama e o padrão de sempre, eu não consigo falar com ninguém que eu considere superior (chefe, entrevistador, pessoa mais velha, professor...) sem ter uma crise de ansiedade, a última vez que eu fui para uma entrevista de emprego, eu parecia uma poça d'agua suando e passando mal durante a entrevista toda, por algum milagre consegui o emprego mas no dia de assinar o contrato eu comecei a chorar desesperadamente e simplesmente saí correndo (e pedindo desculpas) e fiquei uns 40m vomitando na rua até desmaiar em uma parada de ônibus. Fun times.
A parte boa:
Durante uma das minhas crises logo depois da ex sumir (a depressão me fez perder 13kg por mês, era gordo, hj sou até sarado), eu me enfurnei em qq lugar que podia me oferecer ajuda, um desses lugares era a igreja do meu melhor amigo, era um buraco sem noção, a primeira vez que fui, achei que ia ser sequestrado, ficava em um beco escuro do entre um depósito de lixo clandestino e uma fábrica de ração. Apesar de tudo foi o lugar onde eu mais recebi amor. Não sou evangélico, apesar de ter minha crença em Deus, sou contra a maior parte da Bíblia e adoro contestar crente só para ser chato, mas estava precisando de amor e lá recebi amor. Nessa igreja eu conheci uma garota, parecia filme da Disney, eu estava lá, com cara de quem não dormia direito, cantando uma música que ninguém mais conhecia e de repente ela entra cantando a outra parte e esses dois estranhos lindos de morrer (nós somos muito bonitos pqp) cantam juntos uma canção que ressoa no coração deles. Foi coisa de filme, mas ela era 6 anos e meio mais nova que eu, foda, pra kct, eu tinha 21 e ela tinha acabado de fazer 15. Foi uma época interessante da minha vida, depois de muita pesquisa sobre pedofilia, crise de identidade e psicólogo, eu decidi que ia seguir em frente com aquilo, me sentia apaixonado como nunca antes e isso me deu um novo propósito. Na época, a diferença era grande, uma garota de 15 e um cara de 21 é uma diferença muito grande, hoje que tenho 27 e ela 20 todo mundo já acha normal. OBS: Eu tenho que citar aqui pq se até eu que estava apaixonado achei estranho namorar uma garota de 15 imagina vcs que tão lendo. Eu decidi que iríamos namorar por 1 anos sem sequer nos beijarmos, pq queria mostrar pra mim, para ela e para nossas famílias que minhas intenções eram boas, depois desse ano eu ainda sugeri aumentar o período para até ela fazer 18, para mim não importava por tanto que eu pudesse estar ao lado dela. Eu não apoio de forma alguma namorar pessoas tão mais novas, não façam isso. Esse período foi uma época bem sobrenatural e eu adoraria compartilhar com vocês dps, mas o texto já ta grande pra kct. Hoje eu e ela temos uma empresa, de identidade visual e tecnologia, a empresa abriu esse ano então ainda estamos começando mas o sustento está vindo, fazemos sites, capas de livros, cartões e qualquer outra coisa relacionada a programação ou arte. Amo trabalhar com ela, amo viver com ela, amo minha vida, desenvolvi uma maturidade emocional que nunca imaginei ter, posso dizer fielmente que sou feliz, mesmo que diariamente me pegue querendo morrer e/ou voltar no tempo e refazer minha vida, a depressão é, e vai para sempre ser, um fantasma nos meus ombros, mas hoje eu venci de novo.
Ps. Não foi fácil, mais de 5 anos de relacionamento, 3 tentativas de suicídio, 200 milhões de crises e tudo o mais que a vida pode jogar em nós. Segue em frente, eu posso contar depois a nossa história de relacionamento e como você e/ou seu significant other podem fazer para conviver em harmonia apesar de problemas mentais e financeiros, acho que vou chamar de "Como conquistar uma e-girl" kkkkk.
submitted by CODENAMEFirefly to desabafos [link] [comments]


2020.10.24 09:00 jimboFromLA Terminar com a namorada e possivelmente acabar com um noivado alheio

O caso é o seguinte: conheci uma garota há 3 meses e logo começamos a namorar. Ela mora sozinha e com frequência realiza rituais religiosos em sua casa. Até aí tudo bem, o que me incomoda é que sempre vai só um amigo dela e mais 1 ou duas pessoas (homens). Já fui em alguns encontros, mas como sou ateu acabei não curtindo muito. Esse amigo dela está noivo, porém, a sua companheira não sabe desses encontros frequentes (1x por semana no minimo).
A noiva do cara já foi junto visitar ela, e segundo ela, nesse dia ela se vestiu "como uma crente" (roupas compridas), pra que a noiva não ficasse com ciúmes. Detalhe: depois dessa visita, a mulher proibiu elE de continuar fazendo os rituais com ela e tbm excluiu minha namorada das redes sociais.
Um dia eu fui na casa dela enquanto esse amigo estava lá, e ela estava com uma roupa curta (já tivemos conversas sobre isso, ela comentou que já teve relacionamentos abusivos em que os caras não deixavam ela usar biquini, e eu falei que não vejo problema, mas que esse caso especifico me incomoda, pelo fato dos dois estarem sozinhos).
Dei uma stalkeada no perfil dele, e tem uma foto de aniversário de namoro em que a legenda é sobre sinceridade no relacionamento, poder dormir com o celular desbloqueado e a consciência tranquila por não ter nada a esconder. Só que eles combinam pelo Whatsapp os encontros, então suponho que ele apague as mensagens e seja o maior hipócrita.
Já conversei com ela sobre isso. E ela disse que isso é um "processo dele", que ela não tem nada a ver. Pelo que vejo é sempre ela que chama ele para ir lá. Parece que nem liga se isso me incomoda ou não. Eles se conhecem há pelo menos 1 ano, e eu cheguei agora na vida dela. Por isso não me sinto a vontade em "proibir" ela de ver ele. Já falei que me chateia o fato de estar omitindo coisas de alguém.
Não quero parecer o ciumento possessivo, mas isso tá me levando a fazer coisas bizarras, como passar na frente da casa dela um dia que ele foi lá, ver as cortinas fechadas e pensar mil coisas.
RESUMO: minha namorada se encontra com frequência com um amigo que está noivo de uma mulher. Ela mora sozinha e eles se veem lá. Ele esconde esses encontros da noiva, pois ela proibiu ele disso.
Devo terminar e contar de alguma forma pra noiva dele? Pq se eu fosse ela, gostaria que me contassem. Tenho fotos deles dois e prints de conversa que ela diz que ele esteve lá. Já sugeri que façamos algum rolê juntos, pra que todos se conheçam, mas ficou só na palavra do cara.
Nao sou uma pessoa rancorosa, mas vejo essa minha ação como uma vingança contra a hipocrisia religiosa de ambos, que sempre falam sobre verdade, honestidade, amor, etc.
Me desculpem se me alonguei no texto, escrevi na correria e não consegui comprimir as ideias. Me ajudem nessa, redditers. Um bejo e obrigado a quem leu até aqui.
Edit: correção concordâncias e acréscimo de informações.
submitted by jimboFromLA to desabafos [link] [comments]


2020.10.22 04:57 Trynoum Meu relacionamento era abusivo e eu nem me dava conta

Primeiramente, deixem-me dizer que é um alivio poder falar em um subreddit brasileiro, muitas vezes eu conversava com gringos mas eu me sinto mais confortável conversando com BR msm. Bom, a um pouco mais de um ano atrás, eu comecei a ficar mais proximo de uma amiga minha, a gente começou a conversar, e eventualmente saimos juntos e começamos a namorar, era tudo muito bom, a gente se entendia e realmente amava um ao outro, com o passar do tempo, ela começou a demonstrar um pouco mais de ciúmes, e como eu sou uma pessoa que também sente bastante ciúmes, eu entendi os sentimentos dela e quis fazer a vontade dela, perguntar oque que tava deixando ela triste e essas coisas, a gnt conversou e conseguimos até ficar em uma relação saudável.
Um tempo depois, ela começou a agir estranho, e confessou se sentir meio mal por eu assistir pornô, porque aquilo era eu prestando atenção no corpo de outras mulheres e aquilo deixava ela mal, desde esse ponto, meu cérebro já ficou com um pé atrás, tipo, poxa, é normal ver pornô mesmo em um relacionamento, eu acabei pesquisando e isso não era problema pra maioria dos casais(tenham em mente que eu não tinha muita experiência em relacionamentos na época), porém eu meio q só concordei em não ver mais, contanto que a mesma coisa se aplicasse a ela, alguns meses se passam e ela fica mais agressiva comigo, eu não posso mais curtir a foto de uma amiga minha porque isso deixa ela pensando que eu quero ficar com aquela pessoa, mas quando ela curte a foto de um menino, até sem camisa ou algo um pouco mais "sensual" e eu tento trazer isso pra conversa ela simplesmente fala "não percebi" ou algo do tipo e pede desculpas como se não fosse nada demais, sendo que quando eu fazia até menos eu era xingado e julgado por ela.
Depois de um tempo as coisas começaram a ficar realmente sérias, eu parei de conversar com uma caralhada de gente pra ela não ficar triste, mas ela parecia não se importar quando eu dizia que sentia ciúmes por alguem, e isso chegou a um ponto onde, se a gente tivesse conversando por texto, eu nem reconhecia mais a minha própria namorada que tava comigo a mais de um ano. Eu amava muito ela, ou pelo menos a versão dela que eu pedi em namoro, então eu sempre segurava os sentimentos só pra mim e esperava que, quando eu conseguisse a ver pessoalmente a gente resolveria, bom, quando a gente se via pessoalmente ela prometia não me tratar mais daquele jeito e outras coisas, mas uns 3 dias depois ela voltava a me tratar do mesmo jeito ou até pior, quando eu falava pra ela que eu tava sendo tratado mal e do mesmo jeito que antes, ela ficava brava e ameaçava terminar comigo ou até mesmo me trair, falando coisas como "vou mandar foto sem calcinha para aquele amigo meu" e coisas assim, tinha vezes que, ela entrava na minha conta do instagram pra ver se eu tinha visto um stories específico que em teoria eu não "deveria ter visto" sendo que muitas vezes eu só deixava os stories rolando enquanto fazia outra coisa.
Eu me cortei, tanto meus pulsos quanto um pouco da minha barriga, mas logo depois eu percebi que aquilo não ia ajudar em nada e só ia me trazer um sentimento bom momentaneamente, então eu parei de vez logo depois da primeira vez. Por mais que eu amasse ela de um jeito descomunal, quase como se eu amasse ela mais que eu mesmo, depois de um tempo eu comecei a me dar o real valor que eu tinha, e o jeito que ela me tratava não me fazia mais chorar e sim perceber o quão mal eu tava sendo tratado esse tempo todo, dessa vez eu não esperei pra ver ela pessoalmente, eu simplesmente falei que não queria mais nada e só vazei. Eu fiquei mais de um ano e alguns meses em um relacionamento abusivo, e eu nem sabia que era abusivo até terminar e ir pesquisar sobre, eu basicamente não tinha opinião, meus sentimentos não importavam e eu tinha que dar o maximo de satisfação possível pra ela, se não ela me ameaçava terminar ou me trair.
Era isso, eu precisava falar isso pra alguém então resolvi me expor aqui pra vocês, hoje em dia eu to bem melhor e percebi o quão otário eu tava sendo de continuar naquele relacionamento, ela basicamente fazia o que quisesse comigo e eu so deixava, eu voltei a falar com vários amigos com os quais eu tinha perdido o contato e eu acho que ta tudo bem agora.
submitted by Trynoum to desabafos [link] [comments]


2020.10.22 00:17 Living-Computer-3945 O namoro está me deixando desmotivado e triste

Comecei a namorar uma garota há cerca de dois meses, as coisas vão bem com ela quando estamos juntos, mas algumas coisas estão me incomodando. Primeiramente um pouco que me afastei dos meus projetos pessoais "auxiliares", como hobbies, planejamentos futuros, isso não foi uma opção, eu simplesmente perdi a motivação, não sei se é por causa do namoro que meu deu doses de satisfação que eu buscava nessas atividades ou algum outro fator. Outra coisa ruim é que a maioria dos meus amigos que tenho pra tomar uma cerveja e ficar falando da vida são mulheres, seja amigas ou relacionamentos anteriores que após um tempo acabaram virando amizade e eu não me sinto a vontade para encontrar com essas pessoas estando num relacionamento, mesmo que eu não vá trair, parece sempre que estou fazendo algo errado, eu não sei se ela aceitaria e acho que eu ficaria meio de cara se o contrário acontecesse, então fica meio fora de cogitação. Eu não tenho amigos aqui, tenho dificulde de fazer amigo homem e não sou nativo daqui embora já more há algum tempo na cidade, também não tenho familia aqui. Então tenho levado uma vida um tanto solitária esses meses, dependendo só desse relacionamento, que pra mim não tem me dado a atenção que eu carentão to precisando e eu não posso cobrar muito pois é algo recente e eu não sou de ficar em cima pedindo atenção. Algo assim aconteceu também no relacionamento anterior, de alguma forma parece que me sinto em um deserto e tudo some de volta de mim quando estou num relacionamento, mesmo que os momentos a dois sejam maravilhosos e mesmo quando recebo a atenção que eu espero como nesse anterior que eu tinha 100% de atenção. Acho que é até perigoso pra mim casar pois talvez eu fique só em razão da pessoa. Então to meio na merda e só queria desabafar, as vezes dá vontade de chutar o balde e sair pra flertar com outras pessoas pois me sinto meio carente mesmo, sozinho e inseguro por receber doses controladas de atenção, Talvez seja essa a solução e desencanar de esperar de algo que provavelmente não vai levar a lugar nenhum.
submitted by Living-Computer-3945 to desabafos [link] [comments]


2020.10.21 15:35 CigarraMarron Eu sou uma vadia louca?

Bem, pra começar eu nunca fui a pessoa que idealizava o amor romântico, sempre achei essa ideia falsa e as pessoas que diziam viver morrendo de amor fracas e irracionais. Eu me apaixonava toda semana pro uma pessoa diferente, me divertia muito, tinha momentos intensos em vários aspectos, pra mim isso era ótimo, vivia a ideia de "amor" tradicional, mas sem sofrer por isso, já que não me apegava a ninguém. Junto a isso, sempre fui uma pessoa muito ambiciosa e tenho expectativas enormes para meu futuro, e se apegar a qualquer pessoa seria um tiro no pé, pois ia acabar formando família (o que na minha cabeça restringe exponencialmente a capacidade de uma pessoa se movimentar em busca das suas ambições).
Há alguns anos um amigo de infância se declarou pra mim e decidi entrar num relacionamento sério. E embora não estivesse caída de amores por ele, resolvi tentar por que ele sempre foi uma pessoa maravilhosa. Como já era de se esperar, ele foi um companheiro maravilhoso, atencioso, cuidadoso, amoroso, não deixava a desejar no sexo, praticamente o parceiro ideal, mas não pra mim. Ele queria ter família (filhos, cachorro, galinha, cavalo, casa na roça), não tem ambições, é tranquilo e tradicional, não esquenta com nada no universo. Ele ser assim me irritava, pq eu não aceitava que alguém pudesse ser tão passivo, ainda assim fiquei quase 4 anos no relacionamento, pois toda vez que eu pensava em terminar, minha razão me acusava, dizendo que eu tava jogando fora um homem que a maioria das mulheres gostariam de ter. Então fui só empurrando, até que achei desculpas para justificar o fim do relacionamento, me convenci dessas desculpas e pulei fora, sem olhar pra trás (embora até hj fique me pergunte se não teria sido melhor me adaptar a aquele relacionamento).
Mudei de estado, a trabalho e isso me ajudou a superar o fim do relacionamento que seria ideal, mas não pra mim. Corri atrás das minhas ambições, carreira, viagens, amizades, network. Por dois anos fui solteira e me diverti muito, mesmo que as vezes batesse aquela carência e o vazio.
Nesse tempo acabei entrando numa empresa que não me dava perspectiva de crescimento rápido, como sempre acho que não tenho tempo a perder, fiz uma proposta que se ele não pudesse me promover nos próximos 12 meses eu pediria demissão pra fazer intercâmbio. 4 meses antes de embarcar pro intercambio conheci um rapaz legal na empresa e nos aproximamos e começamos a namorar, apesar de meu intercâmbio estar marcado (obvio que eu não desistiria disso por ele, e nem por ninguém). Optamos por continuar o namoro a distância, foram fucking 7 meses infernais. Mas nem eu e nem ele ficamos com outras pessoas, embora eu tivesse dado a ele permissões (e ele não houvesse me dado permissão nenhuma). Nesse meio termo minha mãe (que mora há 2,5h de avião do lugar que meu namorado mora) ficou doente e tive que voltar do intercâmbio e dar assistência a ela. Fiquei 2 semanas com meu namorado e fui embora de novo, passar um mês com minha mãe.
Durante esse um mês que fiquei fora o meu namorado se envolveu com outra pessoa, ele já estava muito confuso, por que eu jurava que amava ele, mas tava sempre abrindo mão dele por outras coisas. AO saber que ele se envolveu com outra pessoa eu surtei do fundo do meu coração (embora concorde com relacionamento aberto e tivesse anteriormente dado permissões a ele), comecei a julgá-lo e culpa-lo, embora minha razão dissesse: "ele tolerou coisas que nem vc toleraria e ele ainda quer ficar com vc e é sincero com vc".
Meu namorado está muito confuso, e não confia muito em mim. O que é muito compreensível pq eu dou bastante brecha tanto pra a confusão quanto pra desconfiança. Eu vivo como se fosse muito desapegada, embora eu tenha um sentimento por ele, nunca faço promessas de amores eternos e sempre digo que vamos durar até quando durarmos e isso deixa ele bem inseguro, ele acha que não quero futuro com ele. Por mais que eu sinta por ele, tudo que sinto, eu não consigo deixar claro o quanto ele vale pra mim, e na verdade eu nem sei se vale, ou se ele é só o espelho do que eu achava ideal (já que tem as mesmas ambições que eu).
No meio dessa confusão de ele ter ficado com outra pessoa, demos um tempo de 1 semana, que era o tempo que faltava pra eu retornar pra cidade dele. Falei que ele estava solteiro até eu voltar, ele se aproximou da moça com quem ele ficou e agora que cheguei tivemos uma conversa muito séria, ele disse que queria ser solteiro, pra viver aventuras, já que nunca foi solteiro desde os 18 anos, tive a impressão de que ele estava gostando dessa moça (mas em uma semana? Como pode ser? Carência?), ele disse que não quer terminar comigo pq me ama, mas que sente falta de algumas coisas em mim (como a presença física e emocional, e sexo, já que pra ele transar 4 vezes ao dia parece pouco), sugeriu que eu abrisse o relacionamento pra ele, pra ele suprir essas ausências minhas que confesso que são significantes pra ele e ele sempre deixou claro. Eu analisei bem e decidi que queria tentar isso, como uma forma de compensá-lo por ter tolerado as situações que trouxe pra nosso relacionamento que só tem um ano e cujo eu passei um total de 8 meses longe, sem vê-lo. Só que apesar de ser super de boa com a ideia de abrir relacionamento, poliamor e tudo mais, eu comecei a cobrar dele que ele não deveria me impor isso (sendo que ele sempre se mostrou bem aberto a negociações e sugestões e demonstrou o quanto se importava com meus sentimento em relação a isso). Minha cabeça aprovou isso, mas minhas emoções estão transformando isso num inferno pra mim e pra ele e tudo que faço e pressionar. E agora estou pensando em trai-lo, pq estou "muito magoada" e "quero que ele me pague por fazer eu passar por isso". Ele desde o inicio foi bem claro que não abre a relação, ele jamais aceitaria e tmb odeia mentira e traição, por isso tem me contado tudo que tem feito. Marquei alguns encontros aos quais comparecerei. Mas tenho achado injusto, justamente por ele ser tão transparente comigo.
Ai comecei a me questionar, será que gosto mesmo desse rapaz e só estou com ciumes e medo de perdê-lo depois de tudo que passamos e ainda estamos "juntos"?
Será que só tô apegada a ideia de futuro com ele (devido nossos objetivos similares)?
Será que só sou uma vadia louca brincando com o sentimento de alguém que nunca me deu espaço pra desconfiança?
Será que no fundo eu sou egoísta demais pra ficar com alguém e tenho que me acostumar com a ideia de viver só na vida, seguindo meu preceito de desapego (simplesmente pq não quero abrir mão de nada por alguém)?
Sejam sinceros, sem medo de me magoar, sei que a maioria aqui tem a mente bem aberta e poderá me criticar de forma racional.
submitted by CigarraMarron to desabafos [link] [comments]


2020.10.16 17:45 saske2k20 (realcionamentos)Esse negócio de ghosting é bem chato!

Daí você conhece alguém legal fica com ela por uns 4/6 meses, nada sério, já que devido os afazeres não dá ainda,mas claro se vê toda semana, sai junto, quase é namoro(ou as vezes até vira) e nem percebe...
Depois do nada a pessoa já não te responde mais, já não mostra tanto interesse em se ver de novo, começa a inventar desculpas, daí você pergunta se tá namorando ou gostando de alguém, ela diz que tá sem ninguém, que está sem tempo, pergunta se ela não ta a fim é só dizer, ela diz que quer tá sim, mas só age de forma oposta.
Daí você resolve parar de falar também e deixar para lá e bem passa dias,semanas,meses e aquele contato acaba nem fazendo mais parte dos seus contatos.
Isso acontece com homens e mulheres, todo tempo, esses dias aconteceu comigo e fiquei refletindo pq a maioria das pessoas agem assim. Isso é uma merda!
submitted by saske2k20 to desabafos [link] [comments]


2020.10.06 12:20 internalerrorfixed Me relataram ser vítima de um estupro e não sei o que fazer

Trabalho em uma farmaçia e parte do meu trabalho consiste em atender fornecedores pelo telefone. Há 27 dias eu atendi uma ligação, sempre bem educado, e a vendedora depois falar o "script" dela, perguntou minha data de nascimento e acabou pedindo meu contato pessoal. Resolvi passar porque não tinha motivos para não fazer. Talvez era alguém querendo algum tipo de ajuda, dúvida, e que ali na hora não queria perguntar ou estava com vergonha. Mas achei muito estranho perguntarem a data de nascimento, nenhum vendedor nunca fez isso.
Quando cheguei em casa lá estava um áudio com uma voz muito mais linda do que eu lembrava no telefone, comecei a conversar só pra saber o que a pessoa queria. Não tinha foto no perfil, sou feio e tenho vergonha de mim mesmo, mas ela queria saber como eu era. Sempre desconfiado, porque não me perguntava nada, não falava do trabalho, só parecia querer conversar mesmo. E eu conversava, escutava, enviei uma foto. Ela sempre mandava foto, vídeo indo caminhar, dirigindo, voltando da igreja, tudo numa boa. Uma pessoa linda, até demais, pra estar interessada em mim.
Continuo desconfiado, vou atrás de redes sociais, vejo que está participando até de concurso de beleza, crio expectativas mesmo sabendo que não tenho nada a oferecer. Lá vi que faltava poucos dias para o aniversário dela, no dia do aniversário dela espero dar meia noite, mando um vídeo todo envergonhado parabenizando ela, tenho problemas de autoestima então fica tudo bem cringe.
Ai ela começa dizer que queria me conhecer pessoalmente, me liga perguntando se pode vim na minha cidade (moramos há 160km de distância mais ou menos), mas estava tudo acontecendo muito rápido, peço pra ter calma, pra irmos nos conhecendo melhor, até porque até esse ponto as conversar eram bem casuais, eu pouco sabia sobre ela.
Ela saiu com a mãe dela pra comemorar, me manda foto e vídeo com a mãe dela, mas depois relata que achou que seriam só elas duas, mas que a mãe chegou com um rapaz e que ela não gostou dele, diz que "ele tá me testando", pergunto que tipo de teste e ela não responde.
Depois ela comenta que estava muito triste e só queria que eu estivesse lá pra poder dar um abraço nela no dia do aniversário, que tinha sido horrível sair com a mãe, que segurou choro a noite toda, que ela só queria me conhecer no dia do aniversário dela mas que parecia que eu não tinha gostado da ideia. Ai eu abaixo a guarda e crio expectativas, passo a conversar de uma forma mais carinhosa.
Pergunto sobre relacionamento e ela diz que terminou há pouco tempo, mas já estava há um tempo querendo terminar, e não dá mais detalhes. Volto a fuçar as redes e descubro que o intervalo entre o fim de um namoro de 2 anos e começar a conversar comigo é menos de 2 semanas. Volto a ficar triste e desconfiado por ser o consolo de alguém que só quer um relacionamento rebote, e que provavelmente depois de ajudar e reerguer essa pessoa, ela vai só virar as costas e voltar pro ex, que é bem mais bonito do que eu. Mas como ela sempre elogiava meu bom humor, minhas boas sacadas, acabo acreditando nessa de que talvez caráter e conteúdo se sobressaia.
Nesse ponto já estávamos conversando há umas 2 semanas, tentando encaixar uma data no final de semana pra nos conhecermos. Marcamos então para 3 de outubro, eu iria na cidade dela, 160km numa CG 150 pra conhecer alguém da internet numa cidade que nunca fui. Conversamos todos os dias por ligação, ligação de vídeo, falando sobre vida, trabalho.
Faltando 5 dias pra data que combinamos, numa ligação, ela me diz que alguém do trabalho dela arrumou alguém pra ela sair e ela aceitou, mesmo sem nunca ter conhecido a pessoa, disse que sentiu nojo, mas saiu. Beleza, racionalmente falando ela está solteira e faz o que quiser da vida, mas sinto uma falta de respeito do caralho fazer isso.
Ai eu comento sobre ela no trabalho, de forma bem rasa, e começam as histórias de pessoas que sumiram, foram roubadas, abusadas nessas de conhecer alguém pela internet. Decido investigar mais. Facebook, instagram, tiktok, facebook de todos os familiares, irmão, tio, primo, prima, mãe. Vejo que já foi casada (encontro um processo de divórcio) e que o requerente em questão foi o ex-marido. Nessa, já vejo que nos últimos 4 anos ela se casou, ficou 2 anos casada, separou, já engatou um namoro de mais 2 anos e menos de 1 mês depois já está me chamando de amor. Isso aos 24 anos de idade.
Desanimo total, decido parar de conversar e puxar assunto, levo muito a sério relacionamento e ela parece só querer aventuras. Sexta, sábado e domingo se passam. Sábado é o dia que eu iria lá. Ela nem questionou se eu iria ou não, parece não fazer muito caso, fico feliz, era o que eu queria, só me afastar e esquecer ela.
Ontem no horário do almoço dela, me manda uma foto com a cara inchada e de choro. Escrevo um texto dizendo pedindo desculpas, falando que tinha investigado a vida dela e dos familiares por medo de ir lá e acontecer alguma coisa, mas que não daria certo, que tenho coisas pra resolver antes na minha vida, mas que gostava dela, desejo sucesso e felicidades, algo pra terminar na amizade mesmo, num clima bom.
Ela responde que gosta da minha sinceridade, mas que nunca tinha pedido pra eu ir lá, e que o motivo do choro dela era algo muito pior que tinha acontecido domingo, que não conseguiu dormir, acordava chorando e gritando e pensou em me ligar, mas que bom que não tinha feito isso porque eu não me importava com ela. Que se eu fosse bom em investigar, que encontrasse quem seguiu, violentou sexualmente e bateu nela.
Ai eu desmontei, dor na barriga, tremedeira, ânsia de vomito, não sabia o que falar, aliás estou sentindo isso agora só de escrever e lembrar. Olhava pra tela do celular e não sabia o que digitar, só pensava nela sozinha em casa podendo fazer alguma besteira.
Eu jamais imaginaria que algo assim tivesse acontecido, mas ai já era tarde, ela só sabia falar que eu não me importava com ela, que era melhor assim mesmo, me afastando, e eu querendo demonstrar que mesmo não querendo um relacionamento, me preocupava sim com a vida de outra pessoa. Começou a falar que está cansada de ser julgada, que antes estava em um relacionamento abusivo, que hora eu era muito legal, mas hora eu julgava ela demais, que não era pra ter pena se nem intenção de conhecer ela eu tinha e que só queria uma amizade sincera.
Pergunto se ela está bem, se está com alguémm, responde que está em casa com medo, sozinha, com medo de ir trabalhar. Pergunto se ela conversou com alguém sobre isso e diz que não, falo pra deixar eu pelo menos escutar ela, que poderia falar o que fosse e eu ia dar suporte para o que precisasse, só que ai ela volta a discutir sobre eu parar de falar com ela, que não tinha motivo pra confiar em mim e que eu não gostava dela.
Confesso que usei de chantagem, que se não falasse comigo eu entraria em contato com a mãe e/ou irmão pra contar aquilo que ela estava me falando pra poderem ajudar ela, que se eu não conseguisse ajudar, iria encontrar alguém que consegue. Meu maior medo nesse momento era dela fazer alguma besteira, suicídio ou me bloquear e sofrer sozinha. Já estava procurando sobre o que fazer numa situação dessas na internet, o que falar, o que fazer, mas é tudo resumido em não culpar a vítima (óbvio, nunca faria isso) e escutar, mas como escutar alguém que não tem mais vontade/confiança de falar com você?
É isso, não sei como/o que/quando/quem falar, se acredito nisso ou não. Só quero o bem dela, mas não sei o que é o certo a se fazer. Jamais me perdoaria de "abandonar" alguém numa situação assim, mas sei que eu não sou a pessoa certa pra ajudar, que a família seria a melhor opção. Preciso de ajuda.

Update: ela disse que conversou com alguém do trabalho e essa pessoa marcou médico pra ela. Elogiei, disse que era bom que ela conseguiu conversar com alguém, e que seria ótimo também ir na delegacia da mulher pra relatar o crime. Enviei o link do CVV - Centro de Valorização da Vida, disse que lá ela teria pessoas mais instruídas pra conversar, de forma totalmente anônima e que iriam ajudar ela se precisasse. Terminei com um "boa noite". Ela respondeu com um "Obrigada" e "Boa noite". Considero minha parte feita, não vou mais mandar mensagem. Sendo verdade a história do estupro, ela agora vai receber ajuda de quem pode ajudar mais do que eu. Sendo mentira, conseguiu estragar um dia da minha vida me sentindo mal e quase vomitando de ansiedade, mas vou sobreviver e ter história pra contar, e até evitar futuros problemas semelhantes.
submitted by internalerrorfixed to desabafos [link] [comments]


2020.09.26 13:05 redof089 Será que me podem ajudar

Vou contar a minha história dúvida, eu conheci uma menina, aconteceu o normal, ela é evangélica. Aconteceram uns problemas, ambos tivemos culpa das coisas. Tudo bem, eu trabalho 12 semanas fora e vou 3 de férias. Aconteceu o COVID, ela é mto trabalhadora e perdeu os 2 empregos, mesmo só sendo minha amiga eu ajudei mto ela. Mesmo depois de tudo ter terminado ficamos mto amigos conversamos todos os dias durante horas, ela começou a namorar, me contou (coisas que acontecem, dói mas tudo bem). Mas ainda assim continuamos a falar a ir almoçar jantar em amigos e com amigas delas que me foi apresentando, dou-me bem com todas as amigas dela, com a mãe tb.
Mas o namorado dela não deixa/proibiu ela falar comigo (ela disse que ia fazer isso, mas como somos mto especiais um para o outro falamos na mesma), basicamente é isso, falávamos normalmente nos dias que ele não estava pq tb n é da terra dela, mas sempre tive respeito pela relação n fiz nada ou disse alguma coisa, errada ou disse mal dele, tb n o conheço pessoalmente.
Ela agora foi de viagem, e um cara que é como um irmão para mim, perguntou quem era rapariga que eu estava a sair para minha irmã (não contei ao meu amigo que já n estava a sair com ela, mas nunca lhe disse o nome… aliás nunca fui mto de falar de contar, pq na religião dela existem alguma regras.. só minha irmã e 2 amigos meus sabiam, ela pediu por causa do pai que é pastor). Como nunca tinha falado assim de nenhuma mulher com ele, ele ficou curioso e foi perguntar a uma conhecida dele (que por curiosidade é a melhor amiga da tal mulher que eu conheci e é minha amiga tb), mas mulheres e homens igual partilham… mandou para ela, ela ficou um pouco chateada mas passou. Mas depois foi ver o instagram do meu amigo aí percebeu que ele conhece o namorado dela (nem eu sabia), e aí me mandou um áudio a dizer para n lhe mandar mais msg’s pq s o namorado descobrir vai ficar mto chateado, deve ser pq n fez o que ele mandou. Que me vai pagar o que me deve (n m importo com dinheiro), mas sei que ela n tem mto dinheiro e mal trabalha ag, aí n vou ser capaz de andar a cobrar...mas isso n me importar.. só n quero perder a amizade dela..
Eu já expliquei que não disse nada ao meu amigo, que mesmo gostando dela o que mais quero é que ela seja feliz e n faria nada para estragar o namoro dela. Pq n ganho nada com isso, pq só vou perder a amizade dela e a deixar triste. Eu fiz mto por esta pessoa, mais que marido faz por mulher e mulher faz pelo marido. Ela fez um cirurgia no dia anterior a me dizer q não quer que lhe envie mais msg’s. Magoa mto durante 9 meses falávamos todos os dias, gostava mto de saber se ela está a recuperar bem…. Mas n sei se devo mandar msg pq ela disse até que me poderia bloquear… e eu sofro de ansiedade, já sofri de depressão (quem passou por isto sabe q nunca realmente passa). Ainda no meio disto tudo “cortei” relações com os meus pais. Então as coisas não estão nada fáceis, só me passam pensamentos negativos na cabeça. Não sei o que fazer.
Estou muito triste, nervoso, ansioso com ataques de pánico…e n queria deixar de falar com a minha amiga nem com a minha família. Alguém já passou por algo assim?

Editi 2: Tentei resolver tudo com toda gente, com minha família só piorou, mas agora tenho a mãe da minha amiga a me pedir ajuda para procurar um apartamento para a filha (ela n sabe que a filha me disse de não querer que eu envie mais msgs para ela), eu não consigo não ajudar, mas penso que vou ajudar e dps vou dar o fora...
submitted by redof089 to desabafos [link] [comments]